-
Postado em 15 de Fevereiro às 22h26

Recuperação gradual é esperança para indústria em 2021

+ Agro (85)

Artigo por Andreas Göhringer*

Como falar de perspectivas após uma retração de 4,4% na economia mundial em 2020, com recuo de 5,8% no Brasil, conforme estimativas do Fundo Monetário Internacional? Temos muito a ser feito, se olharmos o PIB brasileiro, cujo crescimento na década que se encerra foi de apenas 2,2%, ante alta de 30,5% na economia mundial.

A visão de longo prazo é fundamental num momento de crise como o que ainda atravessamos. Isso inclui fazer nossa parte pela superação dos gargalos estruturais do país e seus problemas de infraestrutura que comprometem o escoamento da produção, como estradas, ferrovias, portos e aeroportos carentes de investimentos.

E temos alguma boa notícia? Claro que sim! A esperança permanece. Para lidar com as dificuldades enumeradas acima, o brasileiro lançou mão de sua criatividade. A falta de embalagens, no nosso caso, pôde ser superada com caixas plásticas retornáveis, utilizadas para trazer as importações e levar as exportações na sequência. Outro ponto forte foi o poder de negociação das equipes da cadeia de supply chain da indústria brasileira, sempre capazes de contornar obstáculos.

O segundo semestre de 2020 se mostrou muito melhor que o primeiro, e os efeitos desse início de retomada se fizeram sentir em cascata. Alguns projetos que estavam engavetados foram colocados em movimento. Diversas indústrias enxergaram a oportunidade de realizar manutenções necessárias, e assim um segmento alavanca o outro.

Para quem é fornecedor de máquinas e equipamentos, trata-se de uma oportunidade de oferecer peças de reposição. E a administração inteligente desses insumos é mais do que nunca necessária, como é o caso dos diafragmas para válvulas. A automatização de estoques pode incluir, por exemplo, o uso de chips nas peças, o que representa maior agilidade, controle, capacidade de rastreamento e economia de recursos.

Como fornecedores do setor farmacêutico, trabalhamos com persistência para garantir insumos da maior qualidade possível, entregues em dia e com preço justo.

Começamos o ano com grande otimismo e confiança na capacidade de reação de nossa indústria e conscientes da importante participação que temos na economia nacional e na sociedade como um todo.

*Andreas Göhringer é conselheiro da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha (AHK-PR) e CEO da GEMÜ Válvulas, Sistemas de Medição e Controle no Brasil.


Sobre a GEMÜ

A filial da multinacional alemã criada por Fritz Müller na década de 1960 disponibiliza ao mercado brasileiro válvulas de extrema eficiência e qualidade. A planta situada em São José dos Pinhais (PR), que conta com 100 colaboradores e completa 40 anos em 2021, produz válvulas e acessórios para o tratamento de água e efluentes em indústrias de todas as áreas, como siderurgia, fertilizantes e setor automobilístico, bem como para integrar sistemas de geração de energia. Na área de PFB (farmacêutica, alimentícia e biotecnologia), a GEMÜ é líder mundial e vende para toda a América Latina produtos de alta precisão, com atendimento local, além de consultoria com profissionais capazes de orientar na escolha da melhor solução em válvulas para cada aplicação. Mais informações: https://www.gemu-group.com/pt_BR/

 

Imagem: Por Dentro do Agro

Veja também

Soluções tecnológicas nacionais para o agronegócio01/03Estação meteorológica produzida em Curitiba possui um conjunto de sensores para a medição de dados climáticos, módulo de coleta e transmissão de dados Não é mais novidade que a agricultura brasileira está cada vez mais "hightech" no gerenciamento das suas operações de produção agrícola. Nesta onda digital, os produtores já estão inseridos no conceito de agricultura 4.0, que tem revolucionado o modo de trabalho e o agronegócio como um todo. Quando se fala em agricultura,......
Conquistadas pelo AGRO30/03 Que as mulheres estão dominando espaços que eram considerados essencialmente masculinos não é novidade há muito tempo. O fato é que elas estão fortalecendo cada vez mais sua atuação no mercado e......
Pesquisa: produtividade do cafezal aumenta 15% com aplicação de aminoácidos e potássio18/05Estudo realizado no estado de São Paulo apresentou os benefícios do uso de soluções naturais no manejo nutricional da fase de maturação Os cafeicultores brasileiros estão buscando cada vez mais elevar a qualidade de seu produto no mercado. Com um grão bem desenvolvido, a melhora na bebida também é certa. Entretanto, para atingir uma colheita de sucesso, é......

Voltar para EDITORIAS