-
Postado em 10 de Agosto de 2019 às 11h13

Receita de exportações de carne suína cresce 24,1% em julho

Suinocultura (33)

As exportações de carne suína (considerando todos os produtos, entre in natura e processados) alcançaram 67,9 mil toneladas, informa a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). Embora 0,4% menor que o total embarcado no mesmo período de 2018 (com 68,2 mil toneladas), o saldo é o maior registrado em 2019.

Em receita, as vendas do setor alcançaram US$ 148 milhões (melhor desempenho dos últimos 23 meses), resultado 24,1% acima do obtido no mesmo período do ano passado, com US$ 119,2 milhões.

“O preço médio das exportações segue em ascensão. Em janeiro, estava em US$ 1,886 mil por tonelada. Em julho, chegou a US$ 2,179 mil por tonelada, maior patamar registrado nos últimos 12 meses”, analisa Francisco Turra, presidente da ABPA.

No acumulado do ano, as exportações de carne suína alcançaram 414,5 mil toneladas, volume 19,62% maior que as 346,5 mil toneladas embarcadas entre janeiro e julho de 2018.

Em receita, a elevação é de 23,5%, com US$ 847,7 milhões obtidos nos sete primeiros meses de 2019, contra US$ 686,5 milhões no mesmo período de 2018.

“O forte desempenho das exportações de carne suína em maio, junho e julho elevaram a média do ano para números próximos de 60 mil toneladas, indicando tendência de crescimento nas exportações do segundo semestre”, analisa Ricardo Santin, diretor-executivo da ABPA.

Destino de 35% das exportações de carne suína do Brasil, a China importou 23,7 mil toneladas em julho, saldo 34% superior ao registrado no mesmo período do ano passado.

Na América do Sul, os destaques foram o Chile, com 5,4 mil toneladas importadas no mês (+95%) e o Uruguai, com 3,8 mil toneladas (+18%).

 

Texto: Associação Brasileira de Proteína Animal

Imagem: Freepik

Veja também

PCV2 e circovirose: entenda por que a vigilância deve ser constante25/09/19 Um inimigo silencioso da suinocultura, detectado no final dos anos 1990 na América do Norte, é causa de preocupação ainda hoje de produtores do mundo todo. "O Circovírus Suíno tipo 2 (PCV2) está onipresente nas fazendas", diz Alvaro Aldaz, Diretor de Desenvolvimento Comercial e Inovação da Zoetis. Ele explica que a infecção......
Os benefícios das fibras funcionais na suinocultura19/03/20 Mais de 100 profissionais ligados a indústria produtora de carne suína estiveram presentes no dia 10 e 12 de março em Toledo (PR) e Chapecó (SC) consecutivamente para a segunda edição do FiberDay, evento organizado......
SC atinge marca histórica com aumento de 35% nas exportações de carne suína14/01A China responde por mais de 60% das exportações catarinenses de carne suína em 2020 Maior produtor nacional de carne suína, Santa Catarina segue ampliando mercados e consolidando sua presença internacional. Em 2020, o agronegócio catarinense teve um aumento de 35% no faturamento com os embarques do produto, chegando a......

Voltar para EDITORIAS