Postado em 15 de Julho às 12h16

Para o controle efetivo de verminoses em bovinos

Bovinocultura (16)

Um problema silencioso que acomete todo e qualquer rebanho de bovinos é considerado responsável por um dos maiores prejuízos do setor – a verminose. Anualmente, a doença causa uma perda de US$ 7 bilhões. “Como o diagnóstico nem sempre é fácil, já que os parasitos são internos e a doença se manifesta, geralmente, de forma subclínica, seu tratamento é muitas vezes negligenciado, o que acaba por comprometer a produtividade da fazenda”, diz Pablo Paiva, Gerente de Produtos Antiparasitários e Vacinas Clostridais da linha bovinos da Zoetis.

Para evitar perdas, um planejamento minucioso e um controle sanitário rigoroso se fazem necessários. Por isso, a Zoetis em parceria com a Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS) desenvolveu o Controle Estratégico de Verminoses (5-8-11). “Este Programa alia ciência e a experiência da Zoetis na execução de planos de controle de verminose por todo o País”, diz Paiva.

Realizado ao longo de dois anos, na Fazenda Escola da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FAMEZ), em Terenos/MS, o estudo de controle de verminoses 5-8-11 (maio-agosto-novembro) se mostrou superior ao convencional de 5-11 (maio e novembro) e ao controle 5-7-9 (maio-julho-setembro), promovido na década de 90, porque aliou produtividade, facilidade de manejo e bem-estar animal. A diferença da média de ganho de peso entre o 5-8-11 e o 5-7-9 foi de aproximadamente 9 Kg.

A diferença da média de ganho de peso entre o Controle 5-8-11 e o manejo tradicional de maio e novembro, foi de 20 Kg. “E quanto mais eficiente o sistema de produção, maior o lucro por hectare com esta estratégia”, completa Paiva.

Cydectin

Utilizado para tratamento e controle de parasitos internos e externos de bovinos, como vermes gastrointestinais, carrapatos, ácaros e piolhos, por exemplo, Cydectin é o mais indicado para a segunda fase do Controle 5-8-11, administrado em agosto.

Por sua molécula única, Cydectin mostra-se altamente eficaz para a eliminação dos parasitos, que no período seco, encontram-se predominantemente no animal.

Sua formulação exclusiva, à base de moxidectina, é comprovadamente mais potente e eficaz contra os parasitos internos e externos dos bovinos. “A moxidectina, além de ser quatro vezes mais potente, também foi mais eficaz que a ivermectina 3,15% no controle da verminose”, explica Paiva.

Sobre a Zoetis

Zoetis é uma companhia global líder em saúde animal, dedicada aos clientes e seus respectivos negócios. Com um legado de mais de 60 anos de história, a Zoetis descobre, desenvolve, fabrica e comercializa vacinas e medicamentos veterinários, complementados por linhas de produtos para diagnósticos, testes genéticos e diversos serviços. A Zoetis trabalha continuamente com veterinários, produtores e pessoas que criam e cuidam de animais de produção e de companhia em mais de 100 países, com cerca de 9 mil funcionários. Em 2018, obteve faturamento de US$ 5,8 bilhões de dólares. 

 

Texto: Interfuse Communications

Imagem: Pixabay

 

Veja também

Inverno: a temporada das forrageiras 14/05 Uma das maiores preocupações do homem do campo durante o inverno é a qualidade do pasto que será ofertada aos animais, alternativas para evitar o efeito sanfona e não perder sua lucratividade. Pastagens escassas, menor produção de forragem, tudo isso afeta diretamente a nutrição dos bovinos. Mas, para enfrentar esse período de frio e seca, algumas......
Equipamento de ordenha23/11/18 Por Marcella Z. Troncarelli Médica Veterinária - DVM, PhD. Pós-doutora em Medicina Veterinária Preventiva pela FMVZ UNESP Botucatu-SP  Atuação: Docente do Curso de Medicina Veterinária no......

Voltar para EDITORIAS