Postado em 05 de Abril às 10h38

José Roberto Ricken é reeleito presidente do Sistema Ocepar

Cooperativas (14)

O engenheiro agrônomo José Roberto Ricken foi reconduzido ao cargo de presidente do Sistema Ocepar, nesta semana, em Curitiba, durante a Assembleia Geral Ordinária (AGO) de prestação de contas do exercido de 2018. Na oportunidade, houve a indicação e homologação de seu nome para um novo mandato de quatro anos - gestão 2019/2023. Ricken assumiu pela primeira vez a presidência da entidade em 2016.

Indicadores – O Sistema Ocepar possui 215 cooperativas registradas, que atuam em sete diferentes ramos (agropecuário, crédito, saúde, infraestrutura, trabalho, consumo e transporte). Em 2018, elas movimentaram R$ 83,5 bilhões, o que representa crescimento de 18,77% sobre os R$ 70,3 bilhões de 2017. As exportações atingiram US 3,9 bilhões. O setor abrange 1,8 milhão de cooperados e emprega mais de 96 mil pessoas. Também responde por cerca de 60% da produção agropecuária paranaense.

Propósitos

Obrigado pela confiança e vamos em frente”, agradeceu Ricken. Na sequência, ele listou os propósitos que deverão nortear a sua gestão nos próximos quatro anos à frente do Sistema Ocepar. “Em âmbito nacional, vamos sempre apoiar a Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) para que que ela continue fazendo uma representação bem feita do cooperativismo brasileiro. A profissionalização da representação é uma necessidade no Brasil. Da mesma forma, vamos assessorar os deputados e senadores da Frente Parlamentar do Cooperativismo (Frencoop) para que eles possam nos apoiar nos projetos de interesse das cooperativas em tramitação no Congresso Nacional. Vamos ajudar também a Frente Parlamentar da Agricultura (FPA), o que é uma novidade para nós. Se trabalharmos junto com a FPA poderemos ter a esperança de saírem pontos favoráveis para os produtores e cooperativas no plano agrícola da próxima safra”, ressaltou. “Vamos estabelecer uma pauta de prioridades, tanto para a Frencoop como para a FPA, o que está sendo trabalhado pela OCB também”, acrescentou.

Mais 

O presidente reeleito do Sistema Ocepar disse ainda que a entidade deverá defender os interesses das cooperativas junto à Receita Federal e atuar positivamente pela reforma tributária. Também, continuar com ações voltadas à melhoria da infraestrutura de transporte. “O Brasil não pode depender apenas do modal rodoviário. Nós precisamos resolver essa questão”, frisou. Outro objetivo dessa gestão, segundo Ricken, será buscar linhas de financiamento junto ao BNDES para as cooperativas de saúde e infraestrutura. “Nós vamos insistir nesse plano. Se conseguirmos mais recursos para a saúde e infraestrutura, todos os ramos podem se desenvolver”, afirmou.

Fonte: Assessoria de Imprensa Ocepar 

Veja também

Copercampos é eleita a Melhor Empresa em Gestão de Pessoas do Brasil - Categoria 1.500 a 3 mil funcionários01/11 A Copercampos recebeu na noite de segunda-feira, 28 de outubro, no Instituto Tomie Ohtake em São Paulo/SP, premiação como a Melhor Empresa em Gestão de Pessoas do Brasil, na categoria de 1.501 a 3 mil funcionários. O ranking foi realizado após pesquisa desenvolvida pelo Jornal Valor Econômico e Mercer Consultoria. No evento, as 35 empresas do país que......
Copercampos investe mais de R$ 9 milhões na indústria de rações31/05 A Indústria de Rações Copercampos está sendo ampliada. A cooperativa realizada neste ano, investimentos para elevar a eficiência de sua planta que produz rações para o setor Agroindustrial e também rações atender a demanda das Lojas Agropecuárias, nas......
Crise na China pode ser oportunidade para cooperativas15/05 Uma comitiva brasileira, chefiada pela ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, e que conta com a participação do coordenador da Câmara Temática do Leite da Organização das......

Voltar para EDITORIAS