Postado em 08 de Agosto às 10h45

Governo federal sinaliza com prorrogação de custeio e investimento para o arroz

Mercado (36)

O governo federal sinalizou com a prorrogação das parcelas de custeio e investimento para os arrozeiros. A expectativa é de que a definição seja anunciada ainda esta semana. A notícia desta medida foi considerada positiva pelo setor.

Conforme o presidente da Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz), Alexandre Velho, depois de duas semanas de intenso trabalho houve a sinalização positiva por parte do Ministério da Economia e do Ministério da Agricultura no sentido de os produtores conseguirem o alongamento das parcelas de custeio. "Esperamos que neste tempo nós possamos avançar nas questões relativas ao endividamento e também as questões estruturais referentes a lavoura de arroz", salientou.

O dirigente destacou o trabalho forte da Federarroz e da Farsul no sentido de trazer uma reação ao mercado e uma proteção ao produtor principalmente da área do arroz que está com preços muito abaixo do seu custo de produção.


Texto: Nestor Tipa Júnior/AgroEffective

Imagem: Fagner Almeida/Divulgação

Veja também

Missão americana para inspeção de carnes virá ao Brasil em 10 de junho26/03 O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) comunicou nesta segunda-feira (25) ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento que está apto a realizar, no período de 10 a 28 de junho próximo, auditoria no sistema de inspeção de estabelecimentos de carnes bovinas e suínas do Brasil. “Este é um passo importante para que......
Vendas externas do agro em junho somam US$ 8,34 bi12/07 As exportações do agronegócio em junho foram puxadas pelos embarques das carnes (bovina, suína e de frango) e milho. De acordo com a Secretaria de Comércio e Relações Internacionais (SCRI) do Ministério......
Agricultura catarinense pode perder competitividade09/02 Reunidas na Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (Faesc), em Florianópolis, entidades de representação da agricultura e do agronegócio catarinense decidiram reivindicar ao governador......

Voltar para EDITORIAS