-
Postado em 30 de Abril às 10h08

Embrapa lança soja para região fria do Brasil

Grãos (48)

A cultivar de soja BRS 5804RR é o lançamento da Embrapa para a região fria do Brasil. Um dos destaques da cultivar é sua resistência à podridão radicular causada por fitóftora, problema recorrente nas lavouras da Região Sul. O potencial de rendimento dessa soja está acima de 100 sacas por hectare.

A soja é a maior fonte direta de renda em cultivos de grãos no Sul do Brasil. Os excelentes preços recebidos pelos produtores nos últimos anos aceleraram a incorporação de inovações envolvendo cultivares cada vez mais precoces, antecipação de épocas de semeadura, arranjos de plantas mais precisos e novas estratégias de proteção de plantas. Atender as novas exigências dessas condições de cultivo passou a ser crucial para a presença da Embrapa no mercado de tecnologias.

Nos últimos 20 anos, a taxa de crescimento da área de soja no Rio Grande do Sul foi 3,9% ao ano, enquanto que a produção cresce 10,4% a cada ano. O incremento na produtividade foi de 57,5 kg/ha por ano. Atualmente, são cultivados 5,8 milhões de hectares de soja no RS, com 134 cultivares disponibilizadas por seis obtentores, os quais correspondem 90% do mercado. Para participar desse mercado, as cultivares da Embrapa Trigo precisaram reunir características demandadas pelo produtor e pelos sistemas de produção da região, aliando alto potencial produtivo, precocidade, arquitetura compacta e sanidade, especialmente radicular.

De acordo com o pesquisado rPaulo Bertagnolli, da Embrapa Trigo, um dos diferenciais da cultivar BRS 5804RR é a amplitude de semeadura, adaptada a plantios tanto no início quanto no final da época recomendada, quando demonstrou diferencial significativo em produtividade comparada a outros materiais de mesmo ciclo. “A cultivar foi testada em 22 locais durante três anos e mostrou-se realmente superior às testemunhas, com rendimentos que ultrapassaram os 6 mil kg/ha”, conta o pesquisador, lembrando que a ampla janela de semeadura permite o escalonamento de plantio ou mesmo o replantio em situações de adversidade climática.

Um dos principais problemas nos cultivos de soja na Região Sul é a podridão radicular por fitóftora, que implica na morte de plantas na fase inicial da lavoura. A cultivar BRS 5804RR é resistente à fitóftora, problema recorrente em solos com excesso de umidade e áreas sem rotação de culturas.

Além da sanidade de raíz, a alta produtividade da BRS 5804RR também resulta do elevado peso de mil grãos (PMG 210 g), em plantas de porte médio que apresentam vagens com quatro grãos.

A cultivar está indicada para a Macrorregião Sojícola 1, que abrange os estados do RS, SC e regiões frias do PR e SP.

Avaliação do produtor

O produtor Daniel Celso apostou na multiplicação da soja BRS 5804RR em 34 hectares de lavoura em Sarandi, RS. Com acompanhamento técnico da cooperativa Cotrisal, a cultivar BRS 5804RR, semeada em 20 de novembro, surpreendeu no arranque inicial, se destacando em meio a seis cultivares de soja, com ciclos que variam de super precoce a tardio. “A soja mostrou um vigor que chamou a atenção”, conta Daniel.

Apesar da estiagem que assolou muitas lavouras no RS na última safra, a cultivar BRS 5804RR apresentou rendimentos na média de 50 sacos por hectare (sc/ha), enquanto a estimativa no estado é encerrar a colheita com média de 35 sc/ha.

Na multiplicação feita por Sementes Tombini, em Carazinho, RS, a soja BRS 5804RR chegou a 72 sc/ha na área de 40 hectares onde esteve em cultivo nesta safra 2019/20. Já nos plantios da Agrícola Fenner, em Santa Rosa, RS, a cultivar apresentou rendimentos próximos aos 50 sc/ha, afetada pelo déficit hídrico e as altas temperaturas.

 

Com informações Assessoria de Imprensa Embrapa 

Veja também

Produção de grãos pode alcançar novo recorde com 248 milhões de toneladas08/01 A estimativa da safra 2019/20 de grãos aponta uma produção de 248 milhões de toneladas, com aumento de 2,5% ou 6,1 milhões de toneladas em relação a 2018/19. Os números registram novo recorde da série histórica e foram divulgados, nesta quarta-feira (8), pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), em seu quarto levantamento. A......
Trigo encerra colheita no Rio Grande do Sul com crescimento de 25,4%04/12/19 A Federação das Cooperativas Agropecuárias do Estado do Rio Grande do Sul (FecoAgro/RS) divulgou uma avaliação da safra de trigo 2019, que está no final da colheita no Rio Grande do Sul. Os dados da safra são......
Safra de grãos do Paraná deve atingir 41 milhões de toneladas07/05 A estimativa da safra 19/20 divulgada pelo Departamento de Economia Rural (Deral) da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento indica que a produção total de grãos no Paraná poderá chegar a 41,6 milhões......

Voltar para EDITORIAS